Siga-nos:

Língua Estrangeira

 

"Como no mundo do romance, o mundo de uma sala de aula ativa, propositada e reflexiva é, por defeinição, um lugar descrito por Bakhtin onde muitas línguas estabelecem contato e reconhecimento mútuo entre si mesmas, a fim de criar o diálogo das linguagens." E. Landay

O trabalho com a língua estrangeira na Escola Comunitária segue uma abordagem comunicativa e tem como principal objetivo proporcionar o contato dos alunos com o idioma de forma significativa e contextualizada, desde o início de sua vida escolar. Na aprendizagem da língua estrangeira os alunos desenvolvem gradativamente as competências comunicativas, a fim de habilitá-los a ter acesso a culturas, grupos sociais distintos, inovações e informações que irão contribuir para o desenvolvimento integral do indivíduo. Ao aprender o nosso idioma o aluno passa a fazer parte de um mundo mais amplo e complexo e com isso se prepara para tornar-se um cidadão crítico e autônomo.

Atualmente, a aprendizafem da língua estrangeira no contexto educacional pretende superar uma visão meramente decodificadora e fragmentada, baseada no aprendizado de algumas estrutruras e grupos lexicais. Aprender a língua é adquirir os conhecimentos necessários para usá-la e o uso destes conhecimentos irá construir significados no mundo social. Para isso , o aluno usa o conhecimento que já tem de sua língua materna, aquilo que já conhece do novo idioma, levanta hipóteses, faz analogias e se expressa de forma que consegue para então dar passos consistentes en direção à aquisição da língua estrangeira. Aprender é construir e construir supõe participar com contribuição pessoal ao conhecimento adquirido. Cabe aqui destacar a natureza sociointeracional da linguagem, pois quem a usa, considera aquele a quem se dirige ou quem produzio o enunciado. Deve haver, portanto, interação para agirmos no mundo social em um determinado momento e espaço. Nesse sentido, o aprendiz do idioma adquire, aprimora e aprofunda conhecimentos e passa a entender seu papel em diferentes interações e contextos.

O ensino da língua inglesa no Fundamental 1

A abordagem adotada para o inglês no Ensino Fundamental 1 prioriza o desenvolvimento da oralidade, acompanhada da apresentação de estruturas e vocabulário necessário para que os alunos possam se comunicar de forma eficaz em diferentes situações do dia-a-dia.

O material didático adotado apresenta o conteúdo a ser estudado, sendo que o trabalho principal está na contextualização e aplicação desses conteúdos. Tudo o que é apresentado e praticado com os alunos deve ser significativo e, portanto, estar relacionado aos assuntos/situações familiares a eles.

A integração aos projetos de classe se torna a principal ferramenta em nossa abordagem no Fundamental 1. É ela que nos permite trabalhar com os alunos a construção de significados, discutindo temas atuais e aspectos culturais dos países falantes do idioma.

O incentivo e a aproximaçãoà leitura também fazem parte do trabalho. Ao londo do curso, de forma gradativa, os alunos têm acesso a livros e textos em inglês que se relacionam aos assuntos abordados em sala e, sempres que possível, aos projetos de classe. Vale lembrar que o importante neste momento é estimular o prazer de ler em ingês e desenvolver habilidade de compreender a ideia principal de um texto.

O estudo do idioma no Fundamental 1 consiste, portanto, na porta de entrada para o espaço em que se conhece e compreende as diversas maneiras de viver uma rica experiência humana.

Acesse o Blog do
Núcleo de Inglês para ver alguns trabalhos realizados.

Para saber mais:

- Apple la Manzana
By YUDHIJIT BHATTACHARJEE

- A importância do domínio do Inglês como segunda língua na infância Lidando com nativos digitais

 

 

 

 

 


Todos os direitos reservados • ECC • Desenvolvido por W2F Publicidade