Pular para o conteúdo

[vc_row fullwidth=”has-fullwidth-column”][vc_column][vc_column_text]

Utilizando tecidos, uma bexiga, água, cadarço e um boneco, o grupo criou uma metáfora para representar um nascimento, de maneira concreta, porém simbólica.

A atividade faz parte do projeto sobre identidade e teve como objetivo principal que os alunos simulassem o nascimento dos bebês. 

As crianças foram estimuladas a imaginar, criar, elaborar, testar e vivenciar hipóteses sobre como aconteceria o nascimento.

“Os contextos educativos propostos nos colocam diante de vivências, que transpostas para a brincadeira, tornam-se possibilidades de desenvolvimento, de aprendizados e experiências lúdicas que tornam os processos pedagógicos memoráveis”, diz a professora Thaís Daros.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row fullwidth=”has-fullwidth-column”][vc_column][agni_gallery img_caption=”yes” lightbox=”custom-gallery” type=”1″ column=”1″ img_url=”16074,16075,16077,16078,16079,16080,16081″][vc_column_text]📸Betina Mantoan[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]