Pular para o conteúdo

[vc_row fullwidth=”has-fullwidth-column”][vc_column][vc_column_text]Por Betina Mantoan

Quarta-feira (20), estudantes dos 8ºˢ anos estiveram na cidade de São Paulo para conhecer o Museu Afro Brasil e o Memorial da América Latina.

O Estudo do Meio é parte do projeto interdisciplinar América Latina, que envolve as disciplinas de Artes Visuais, Ciências, Educação Física, Espanhol, Física, Geografia, História, Língua Portuguesa, Matemática, Música e Química.

Os alunos foram acompanhados pelo professor de Geografia Adilson Gonçalves, pela professora de História Fátima Lopes e pela professora de Artes Visuais Ana Helena Grimaldi.

Museu Afro Brasil

A visita ao Museu Afro Brasil, localizado no Parque Ibirapuera, tem como objetivo que os alunos conheçam o vasto acervo composto por pinturas, fotografias, esculturas e objetos variados da cultura material que documentam a grande contribuição africana e afro-brasileira na construção da nossa sociedade. A visita ao museu contribuiu também para os alunos entrarem em contato com a produção artística contemporânea latino-americana.  

A experiência guiada permitiu um contato direto dos alunos com a rica diversidade cultural africana e afro-brasileira, favorecendo o desenvolvimento de uma postura ativa e reflexiva do estudante em um espaço museológico.  

A diversidade e os detalhes impressionaram e enriqueceram a percepção dos modos de vida dos diversos povos africanos e da população afro-brasileira.  Além disso, a visita proporcionou aos estudantes uma compreensão mais profunda da história da escravidão, evidenciando a violência enfrentada pelos escravizados da época e, ao mesmo tempo, formas de resistência à escravidão e ao racismo estrutural. 

Memorial da América Latina

No Memorial da América Latina, localizado na Barra Funda, os alunos se depararam com uma diversidade de máscaras, vestimentas, instrumentos, cerâmicas, maquetes, artesanatos e esculturas de diversos países, como México, Guatemala, Peru, Equador, Bolívia e Brasil.

“Durante a visita, os alunos puderam observar a grande maquete, identificando cidades, biomas, construções históricas e turísticas estudadas em sala de aula”, diz o professor Adilson Gonçalves.

Por fim, os estudantes conheceram o projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer e visitaram A Grande Mão, símbolo marcante do espaço.

A experiência no Museu Afro e no Memorial da América Latina não apenas enriqueceu o conhecimento dos alunos sobre a cultura e a história do continente, mas também incentivou a reflexão e o entendimento das raízes que moldaram a sociedade brasileira e latino-americana como um todo. 

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row fullwidth=”has-fullwidth-column”][vc_column][agni_gallery img_caption=”yes” lightbox=”custom-gallery” type=”1″ column=”1″ img_url=”17921,17922,17923,17924,17925,17926,17927,17928,17929,17930″][vc_column_text]📷Ákilla Magalhães

Confira mais fotos AQUI.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]