Pular para o conteúdo

Por Betina Mantoan

Na noite de ontem, 03 de outubro, a educadora e colunista da revista CartaCapital Luana Tolentino esteve presente na Escola Comunitária para o lançamento do seu mais recente livro: “Sobrevivendo ao racismo: Memórias, cartas e o cotidiano da discriminação no Brasil”.

Cerca de 250 pessoas, entre funcionários, alunos, famílias da Escola e visitantes estiveram presentes para ouvir as histórias, experiências e vivências de Luana Tolentino na sua trajetória de enfrentamento ao racismo. Assim como ela, as pessoas negras que sobrevivem ao racismo desejam, e o desejo precisa ser coletivo, a mudança dessa realidade, para ter uma vida plena, numa sociedade que supere o racismo, a exclusão, a violência e a negação dos direitos. 

Com suas palavras inspiradoras, Luana enfatiza a importância e a urgência da luta antirracista e a necessidade de combatermos o racismo desde cedo nas escolas e na sociedade.

Questionada sobre como ela observa a luta pelo fim do racismo, principalmente entre o público jovem, Luana se diz esperançosa, enfatizando que  cada passo dado na direção da conscientização e da mudança é uma vitória para uma sociedade mais justa e inclusiva. 

Durante o evento, alunos do Ensino Fundamental 2 subiram ao palco para entregar cartas escritas por eles à Luana Tolentino. Essa atividade fez parte de uma proposta das aulas de redação, após leitura de algumas cartas contidas no livro “Sobrevivendo ao racismo”, demonstrando o impacto positivo que a educação voltada para a equidade racial pode ter nas mentes e corações dos jovens.

Para encerrar a noite, houve uma sessão de autógrafos, onde os presentes puderam ter seus exemplares do livro autografados pela autora, criando um momento de proximidade e agradecimento.

Fotos: Ákilla Magalhães